Tradutor

quarta-feira, 11 de julho de 2012

marcas

Na vida do ser humano fica sempre uma marca de quem foi embora para nunca mais voltar. Eu não me arrependo de nada, tudo poderia dá certo, mas foi ao contrario, eu não posso acusar o mundo do meu sofrimento, a vida é assim: cair e levantar, cabeça erguida com vontade de chorar, mas que não deixa  aflição destruir aquilo que tanto custou a ser construido.
Precisamos entender que não tão bom são as pessoas, e  as vezes muitos vão desejar apenas o mal, e nem por isso vamos desejar  o mesmo a eles, pois se  é uma coisa que eu aprendir é que , elas não precisam de ajuda nenhuma para cair,  pois cairam sozinhas.
As vezes ficamos em um lugar tão fechado, que nos sufocamos, mas depois de muita luta ´para sair desse sufocamento, conseguimos, e agradeçemos ao nosso grande e unico Deus por não nos deixar desistir quando tudo dizia não.
Misterio do eu lirico

Pesquisar este blog