Tradutor

domingo, 24 de novembro de 2013

Beleza não é tudo.

E todas as coisas que eu lhe disse esqueça, na verdade gostaria que voce correspondesse a cada palavra que saíu da intensidade do meu coração me beijasse naquela chuva no  Domingo quando nos encontramos, é! eu estava de sandalias velhas, cabelo desarrumado e ainda de pijama, era um Domingo de manhã eu tinha ido comprar apenas pães e nem imaginava que iria da de cara com voce, o meu coração acelerou ao pensar que voce iria calar a matraca da minha boca encostando os seus labios no meu, mais me enganei voce sorriu meio que com vergonha por ter me visto daquela maneira entrou na padaria e nem um oi me deu, apenas me olhou com um jeito preocupado ou pensando: Essa menina é maluca! Não tinha nada demais no meu pijama listrado cheio de ursinhos, e na minha pantufa de coelhinho, o cabelo rabo de cavalo de lado não estava me incomodando mais o meu coração chorou por voce saber de todos os meus sentimentos e simplesmente ter me iguinorado, há a minha unha estava roida, os esmaltes só estava pela metade, eu não tinha passado nenhum batom, nem mesmo uma sombra, pó? há nem uso, eu não tinha colocado nenhum brinco nem ao menos passado um perfume, tipo era 8:00 da manhã e eu estava indo a padaria, não a um show de pop star, sim! tinha uma espinha enorme na minha bochecha e voce acha que eu poderia esconde-la? De um jeito ou de outro um dia voce iria me ver do jeito que sou, ver as minhas imperfeições e aí o que iria fazer?
A fila estava osso, pareçe que todo mundo resolveu comer pão naquele dia, eu vi o jeito que voce me olhou quando eu mandei o cachorro sair da minha frente, ele tinha cortado fila e ainda por cima era um cachorro muito mal educado, eu gritei mesmo rum só porque é um animal acha que vai fazer o que bem entender? Voce deve ter me achado doida, e não se enganou, enfim chegou a minha vez, sim eu fui a padaria, enfrentei aquela emersa fila para comprar apenas 2 pães, não sou rica de dinheiro e voce nem deveria ligar para isso porque a maior riqueza esta dentro de me. Se foi 1 pão ou 2 não importa o que voce deveria notar, passa despercebido aos teus olhos.
Fechei o guarda chuva e começei a dançar na chuva dançei como uma criança sem vergonha de ser feliz, na verdade fui achar de fazer uma gracinha para ver se voce me olhava, e olhou ao me ver de cara no chão, pensei que voce iria me ajudar né, mais não! voce como todos sorriu achando graça da minha vergonha, quer saber? cansei, cansei de amar as pessoas que não estão nem aí para me, cansei de depender das pessoas para eu ser feliz, agora vai ser amor proprio, vou me amar como nunca me amaram e como eu sempre desejei ser amada, vou ter um caso de amor comigo mesma só assim serei feliz sem precisar de alguem que olhe para me assim que acordar-mos e diga: Casei com um monstro? Eu quero muito alguem! mais quero alguem que aceite esse meu jeito de ser sem me questionar e sem exigir que eu mude  para o agradar, quero alguem como eu que me ame assim, sem maquiagem, de sandalias velhas, lenço na cabeça, pijama enfim... Quero alguem que saiba que beleza não se põe a mesa e que caráter e personalidade é tudo.  #EuSóQueroAlguem.

Pesquisar este blog